Mensagem do Pároco e Reitor 07/02/17
Os fariseus e alguns escribas, vindos de Jerusalém, reuniram-se em volta de Jesus e perceberam que alguns de seus discípulos tomavam a refeição com mãos impuras, isto é,sem lavá-las. Ora, os fariseus e todos os judeus, conforme as tradições dos antepassados,não comem sem antes lavar cuidadosamente as mãos. E, quando voltam da praça, não comem sem se purificarem. Há ainda muitos outros costumes tradicionais que eles guardam, como lavar os copos, os jarros e os pratos de bronze. Eis por que os fariseus e os escribas interrogaram Jesus: "Por que teus discípulos não observam as tradições dos antepassados, mas tomam refeição sem lavar as mãos?" Jesus respondeu-lhes: "Com muito acerto Isaías profetizou, hipócritas, como está escrito: 'este povo me honra com os lábios, mas seu coração está longe de mim. Vão é o culto que me prestam, pois o que ensinam não são mais que preceitos humanos.'Deixais de lado o mandamento de Deus e vos apegais as tradições dos homens" (...) (Mc 7,1-13) 


REFLEXÃO: 

 O Evangelista Marcos ensina que Jesus é o Messias, o Filho de Deus e nos leva a compreender o dignificado da vida e sinais que Jesus fez durante a sua Missão. O que percebemos nesse trecho do Evangelho é a incoerência daquilo que Deus revelou pelas Sagradas Escrituras a humanidade e da interpretação feita pelo Judaísmo, religião em que os Mestres da lei e fariseus pregavam no tempo de Jesus. Os judeus, por interesses de controlar e de se enriquecerem mudaram o sentido autêntico do texto aí descrito. Jesus lembra a eles essa incoerência por terem mudado o sentido sagrado  que é de cuidar dos pais na terceira idade e o equívoco criado por eles era de que se consagrando a Javé não precisavam cuidar dos pais em sua velhice.

Jesus cita o Profeta Isaías quando descreve: "Hipócritas, como está escrito: 'este povo me honra com os lábios, mas seu coração está longe de mim. Vão é o culto que  me prestam, pois o que ensinam não são mais que preceitos humanos."

O novo ensinamento que Jesus propõe é a correção da Lei de Moisés como nesse caso de falsificação da mesma por interesses dos grupos religiosos e políticos da época. É  preciso conhecer bem o que Deus está falando, pois sempre quer o bem de todos. Mas o que nos mostra por sua Palavra de Vida e Esperança é a Gratuidade, o Amor, a Misericórdia, o Perdão. O Divino Pai Eterno tem paciência conosco e quer salvar a todos.

Jesus, ensina-nos a viver o vosso mandamento do Amor. Dá-nos a força do Espírito para que coloquemos em gestos concretos a tua Palavra de Sabedoria.

Nossa Senhora da Conceição, o nosso Perpétuo Socorro. Rogai por nós!

Desejo a todos as patorais e movimentos desta paróquia e Basílica um ano de 2017 cheio de Sabedoria e muita atuação crescendo na Unidade e na Fraternidade. Amém!
 

© Copyright 2017 -- Paróquia N. Senhora da Conceição / Santuário N. Senhora do Perpétuo Socorro -- Pça Sto Afonto, St. Campinas, S/N - Goiânia-GO TEL 62 3533 5310 - FB