logo1

"Naquele tempo disse Jesus aos seus discípulos: vós ouvistes o que foi dito: 'Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo!' Eu,porém, vos digo, amai os vossos inimigos e rezai pelos que vos perseguem! Assim vos tornareis filhos do vosso Pai que está nos céus, porque ele faz nascer o sol sobre maus e bons e faz cair a chuva sobre justos e injustos. Porque se amais somente aqueles que vos amam que recompensa tereis? Os cobradores de impostos não fazem a mesma  coisa? E se saudais somente os vossos irmãos, o que fazeis de extraordinário? Os pagãos não fazem a mesma coisa? Portanto, sede perfeitos como o vosso Pai celeste  é perfeito. (Mt 5,43-48)

REFLEXÃO:

Na época de Jesus havia uma interpretação das Sagradas Escrituras que enfatizava a punição ou a vingança. Aqueles que mais conheciam as Sagradas Escrituras, como os Mestres da lei e Fariseus incentivavam essa prática de amar os amigos e odiar os inimigos. Assim, durou por muitos séculos, especialmente na Idade Média, a organização dos reis e da Igreja as "Guerras Santas." Uma prática distorcida da autêntica interpretação da Palavra de Deus.

Jesus Cristo vem ensinar  a verdadeira interpretação quando diz: "eu, porém, vos digo: amai os vossos  inimigos e rezai pelos que vos perseguem". Essa contradição seguida no tempo de Jesus e por muitos séculos tem destruído muitas vidas de pessoas inocentes que permanece em religiões como o Islamismo extremista e grupos que usam indevidamente a bíblia para cumprir seus interesses político-econômico. O extremismo e o fundamentalismo continuam mais vivos do que nunca em nossos tempos. Vemos com facilidade comportamentos radicais e moralistas que levam a discriminação em todas as dimensões sociais chegando aos linchamentos,ao bullying nas escolas,a discriminação e violência contra a mulher,assassinatos, a desigualdade salarial, a participação na política etc.

Jesus vem não apenas ensinar que o Amor vem do Pai,mas ele mesmo testemunha esse amor que é Gratuidade, Compaixão, Miseiricórdia, Justiça e tantos outros valores que estão intrínsecos naquilo que Deus revelou ao seu povo. Jesus, o rosto misericordioso do Pai foi levado a morte de cruz inocentemente pelos nossos pecados e o Pai Eterno o Ressuscitou dos mortos. Ele está vivo pela Fé de todos os que acreditam e anunciam a Boa Nova. Ou seja: através dos Apóstolos e Discípulos Jesus Cristo continua presente quando praticamos a sua Palavra de Verdade e Justiça.

Se amamos apenas os nossos amigos de que adianta, que novidade trazemos? Devemos ser como o Sol que brilha para todos e traz uma luz radiante que nos faz enxergar  além da letra que pode matar e encher o nosso coração da Misericórdia que dá vida nova,através do Pai, em Jesus Cristo pela força  do Espírito Santo.
A Virgem Maria cheia da Graça Divina nos inspira a viver como discípulos e discípulas de seu Filho Jesus pela virtude da Humildade, fazendo o discernimento e respondendo Sim a Deus como serva do Senhor. Assim, também nós somos chamados a essa resposta positiva a Deus em nossas escolhas para sermos o sinal de Vida e Esperança num mundo com tanta violência e insensibilidade contra os humildes.

Nos preparando para a Novena e Festa do Divino Pai Eterno, lembramos que aqui na Basílica continua a programação normal. apenas no dia 02/7 (domingo da festa de Trindade) não haverá missas nas capelas. somente na Basílica.

Nossa Senhora da Conceição, o nosso Perpétuo Socorro. Rogai por nós!

 

 

@Todos os direitos reservados - Matriz de Campinas 2017