logo1

Naquele tempo disse Jesus a seus  discípulos: "Agora parto, para aquele que me enviou e nenhum de vós não pergunta para onde vais? Mas, porque vos disse isso, a tristeza encheu os vossos corações. No entanto, eu vos digo a verdade: é bom para vós que eu parta; se eu não for, não virá até vós o defensor; mas, se eu me for, eu vo-lo mandarei. E quando vier, ele demonstrará ao mundo em que consistem o pecado, a justiça e o julgamento: o pecado, porque não acreditaram em mim; a justiça porque vou para o Pai, de modo que não mais me vereis; e o julgamento, porque o chefe deste mundo já está condenado."

REFLEXÃO:

Estamos nos preparando para a Solenidade da Ascensão do Senhor e Pentecostes. São festas que marcam o início da Igreja e o conhecimento de Jesus Cristo Ressuscitado que é o "Rosto Misericordioso do Divino Pai Eterno", conforme mencionou o Papa Francisco no início do Ano Santo da Misericórdia. O período da Ressurreição de Cristo  até Pentecostes foi um tempo especial para os Apóstolos que faziam parte da Comunidade de Jesus e que foram enviados para continuar a mesma obra da Salvação. Por isso nos Atos dos Apóstolos lemos como Pedro, João, Filipe e outros continuaram contando a História de Jesus para os pagãos, gentios e para os Judeus que levaram Jesus a Cruz. Os discípulos foram aqueles que se aderiram aos apóstolos e formaram as primeiras comunidades cristãs. Nesse trecho do Evangelho percebemos como os discípulos vão se entristecer pela falta de Jesus, mas por outro lado se alegrarão com a vinda do Espírito Santo enviado pelo Pai Eterno e por Jesus Cristo para reanimar as comunidades até então iniciantes e com pouco entusiasmo. assim continuamos convocados a dar o testemunho de nossa fé cristã numa realidade diferente com outros desafios como os contra-valores da ambição e da ganância para acumular capital a custa de tantos que vivem trabalhando para manter um sistema político-econômico viciado e prepotente, explorando e oprimindo os humildes. olhando para a realidade de nossa país nesse momento da história nos sentimos humilhados pela corrupção de tantos políticos que ocupam cargos importantes e por empresários que favorecem o sistema político autoritário e corrupto. enquanto isso milhões de brasileiros estão sem emprego, ganhando salário mínimo que não dá para sustentar e educar  filhos, enquanto muitos chegam a ganharem entre salários e mordomias trezentos mil reais por mês. um abuso aos  brasileiros. perderam a vergonha e entraram num mara de lama. Está circulando nas redes sociais um vídeo do Pe Zezinho que lamenta a falta de amor ao Brasil dos partidos políticos que preocupam com seus interesses, mas não trabalham pelo povo conforme foram eleitos; das igrejas que olham para si e seus fundamentos, sem a formação de um discípulado autêntico  que pratica a Verdade e a Justiça como Jesus. Muitas igrejas estão preocupadas com seus próprios interesses e até dentro do Cristianismo existem grupos preocupados com linhas de ação e vivem em torno de práticas fanáticas e fundamentalistas sem levar o povo ao compromisso social-político em vista da justiça social e uma Fé em Deus que é a Verdade, a Justiça, o Amor que liberta de todos os tipos de escravidão.

Convidamos a todos para participarem do Tríduo e Festa de Nossa Sra do Perpétuo Socorro, Padroeira do Santuário-Basílica, a tradicional Matriz de Campinas: dia 26, sexta teremos a Baturesta uma festa tradicional e alegre. no dia 27, sábado às 19h30 Missa solene com Pe Jesus Flores - no dia 28, domingo às 19h30: Missa solene com Dom Moacir; dia 29, segunda às 19h30: missa solene com Pe Robson de Oliveira e dia30, terça às 19h procissão luminosa (traga sua vela) e Missa final com a equipe missionária de Campinas. Ainda no dia 31, quarta, teremos a celebração dos 60 anos da Arquidiocese de Goiânia às 19h presidida por nosso Arcebispo Dom Waschington Cruz . lembramos a todas as paróquias desta Arquidiocese para enviar fiéis, pois a comemoração é de todas as comunidades e paróquias. contamos com sua presença e apoio.

Que Nossa Sra do Perpétuo Socorro nos abençoe! Amém!

@Todos os direitos reservados - Matriz de Campinas 2017